Blog

Liberdade e Obediência

Disse Jesus aos judeus que haviam crido nele: "Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará". ( João 8:31,32) 

Obviamente que o texto não se refere as “verdades” que o homens afirmam em seus discursos; nem se refere aos dogmas e axiomas formulados pelas mentes limitadas dos seres mortais. Por mais brilhantes que possam parecer, estas “verdades” não conseguem desvendar os mistérios que transcendem o visível e palpável mundo ao redor.

Paulo diz, em 2 Coríntios 13:8, que “nada podemos contra a verdade, só a favor dela”. Esta verdade sempre existiu e sempre existirá. Ela é imutável, incontestável e invencível. É sobre esta verdade que Jesus se referiu: a verdade eterna.  

Não nos basta conhecer sobre a verdade. Devemos conhecer a verdade, a qual se personificou na pessoa de Jesus Cristo. A palavra é a verdade e a verdade é a palavra. Quando João diz que a palavra (logos) se fez carne, ele estava declarando que a partir daquele momento foi dado ao homem o privilégio de conhecer a verdade. 

O versículo que trouxemos nos declara que o conhecimento da verdade tem o poder de nos tornar livres. Total e incondicionalmente livres. Porém devemos atentar para o fato de que este conhecimento não é apenas cognitivo (intelectual, teórico, memorizado). O verso 31 nos dá uma indicação clara de que este conhecimento é efetivado através de uma vida de devoção ao Senhorou seja, prático e existencial. É a resposta positiva ao chamado que o Mestre nos fez: “Se alguém quiser acompanhar-me (ser discípulo), negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me”. 

Os dois versículos apresentados são ligados pela conjunção aditiva “e”, que significa que o sentido completo do texto só é obtido quando lemos ambos juntos. Desta forma, poderíamos entende-lo assimvocês serão livres, se vocês forem fiéis discipulos meus. Porque eu sou a verdade. 

Porque a igreja avança com tanta dificuldade? Porque tantas famílias cristãs estão sofrendo derrotas? Porque tantos homens sofrendo falência? Talvez a resposta esteja entre os versículos 31 e 32 do capítulo 8 do Evangelho de João. Precisamos conhecer a Verdade, andar por ela e com ela. 

Proponho uma vida alicerçada na Palavra, como verdadeiros discípulos de Cristo, de forma que a Verdade seja revelada em nós. Não há liberdade sem obediência! 

 

Pr André Dutra